Governo demorou para preparar indústria contra pandemia, dizem ex-ministros

  • 04/04/2020
  • 0 Comentário(s)

Governo demorou para preparar indústria contra pandemia, dizem ex-ministros

O governo federal demorou para preparar a indústria nacional para produzir os insumos necessários para combater a pandemia do novo coronavírus, disseram neste sábado (4) à CNN os ex-ministros da Saúde e deputados federais Alexandre Padilha (PT-SP) e Ricardo Barros (PP-PR).

"O presidente da República acreditava até pouco tempo atrás que o coronavírus era uma fantasia", disse Padilha. "O Ministério da Saúde e governo federal sabem do coronavírus desde o final de dezembro. Desde janeiro, a Organização Mundial da Saúde declarou a situação como emergência de saúde publica. Então desde o começo de janeiro deveria ter sido feita a aquisição, a contratação de leitos de UTI e outras ferramentas. A gente deveria ter proibido a exportação de máscaras e álcool em gel desde janeiro."

Para Barros, que comandou o ministério na administração de Michel Temer (MDB), o governo deve colocar o parque industrial para produzir aquilo que mais precisamos. "Dificilmente vamos concorrer com as potências mundiais na compra daquilo que está sendo produzido na China, por exemplo. E também devemos nos preocupar em como recuperar a nossa economia".

Padilha afirmou que o mais urgente no momento é colocar mais médicos nas unidades básicas de saúde e fazer mais testes. "Enquanto isso, devemos continuar em isolamento social", disse o ex-ministro.

O deputado petista, que comandou o ministério da Saúde no governo Dilma Rousseff, disse ter críticas à gestão de Luiz Henrique Mandetta (DEM), mas reconheceu como correto o posicionamento da pasta em relação ao momento que estamos vivendo.

"Defendo a postura do ministério, inclusive diante de um verdadeiro terraplanismo sanitário, que é o que representa o presidente [Jair] Bolsonaro", criticou.

Para Ricardo Barros, apesar de o Ministério da Saúde estar seguindo todas as recomendações da OMS, o Brasil precisa ter mais velocidade nos testes para que as estatísticas não fiquem prejudicadas.

Segundo o balanço divulgado neste sábado pelo Ministério da Saúde, o Brasil tem 432 mortes pela COVID-19 e 10.278 casos confirmados da doença.

Fonte: CNN Brasil

0 Comentários


Deixe seu comentário


Aplicativos


Locutor no Ar

AutoDJ

Piloto Automático

Peça Sua Música

No momento todos os nossos apresentadores estão offline, tente novamente mais tarde, obrigado!

Top 5

top1
1. Marilia Mendonça

Sem Sal

top2
2. Paula Fernandes

Beijo bom

top3
3. Luan Santana

A

top4
4. Xandy Avião

Deixe me ir

top5
5. Gatinha Louca

Chupadinha

Anunciantes